terça-feira, 8 de dezembro de 2015

A artista plástica capixaba Ilária Rato Zanandréa



Ilária Rato Zanandréa, artista plástica capixaba e designer de jóias, já expôs suas obras em cerca de 20 países, conquistando espaço e reconhecimento ao longo dos anos de trabalho no Mercado de Artes, com trajetória internacional e extenso curriculum com inúmeras exposições individuais, coletivas e diversas premiações.

Participou de várias exposições no Museu do Louvre, em Paris, inclusive em outubro deste ano e de exposição coletiva no Spectrum Miami, entre muitas outras.

Recebeu em 2011 e 2012 consecutivamente a Grande Medalha de Ouro da Associação de Ciência, Arte e Letras, em Paris, França. Medalha de Ouro, Cores do Brasil III, Budapeste, Hungria 2014.

Já conquistou várias premiações internacionais importantes, entre elas a Medalha de Vermeil “Arts-Sciences-Lettres” – maior condecoração da Associação de Ciências e Letras de Paris, Grande Medalha de Ouro 10º Salon MCA – Cannes (segundo ano consecutivo) e ainda a Coup de La Ville de Mandelieu-Lanapoule – também em Cannes - concorrido troféu que avalia a técnica dos principais artistas do mundo.

Foi homenageada pela Société Académique d'Education et d'Encouragement “Arts, Sciences, Lettres” in Paris (France), recebendo a Grande Medalha de Ouro pela 2ª vez consecutiva, ao som do Hino Nacional Brasileiro e Francês, das mãos do presidente da associação, uma das maiores entidades culturais do mundo, que homenageiam profissionais que se destacam em variadas áreas.


Neta de José Rato, escultor português, afilhado do também escultor José Rato, de quem herdou o nome. O avô era sensível, amigo e o grande incentivador da artista, que descobriu a pintura já no curso primário.

Anos depois se formou pela Escola de Belas Artes, participou de muitas exposições durante o curso e ingressou no magistério superior aos 22 anos, se dedicando inicialmente à gravura e depois à pintura.
Em 1972 foi escolhida a primeira entre 2800 candidatos a uma bolsa de estudos na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, onde seu trabalho foi focado no desenvolvimento de textura.

Mais tarde esta pesquisa de textura prosseguiu e trouxe um resultado no qual a tinta e seu próprio relevo dão recursos de planos, transparência, luz e perspectiva.

A artista plástica capixaba Ilária Rato Zanandréa participará do Livro  "Arte Brasileira na Contemporaneidade" de Carmen Pousada, que será lançado em São Paulo no primeiro  trimestre de 2016 e em Nova Iorque no segundo semestre.

IlÁRIA RATO ZANADRÉA
www.facebook.com/ilariarato
ilaria.rato@terra.com.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário